Agende-secinemadocumentariofilme

Filme Corpo Delito – quando a liberdade parece uma prisão – Blog e-Urbanidade

Cartaz criado pelo designer Yuri Leonardo

Corpo Delito, que estreia dia 7 de dezembro de 2017 nos cinemas, é considerado um filme híbrido, que se vale tanto de recursos do documentário observacional quanto do roteiro de ficção. Na tela a jornada de Ivan (Ivan Silva), aos 30 anos, que deixa a cadeia após cumprir uma pena de oito anos. De volta ao convívio da família, incluindo Gleice (Gleiciane Gomes) e a filha Glenda, esse percurso é gradativo e conflitante, já que está em regime de liberdade condicional e sendo vigiado por meio de uma tornozeleira eletrônica

O prêmio de sair em liberdade condicional termina por incomodar Ivan por ser uma soltura limitada e oscila entre o dever de ficar em casa e o desejo de ganhar as ruas. Tudo isso potencializado com a aproximação do amigo, Neto, que o acompanha nas festas e na aventuras pela cidade.

O roteiro de Diego Hoefel parte do conflito e da tensão do protagonista, com elementos de ficção, enquanto a irregularidade da história e dos fatos apresentados assemelham-se ao de documentário. A estética adotada tenta potencializar a experiência do encontro do espectador com o protagonista que vai do passado de um criminoso a um total desconhecido.

Corpo Delito é dirigido pelo estreante Pedro Rocha e foi exibido no Dok Leipzig, um dos principais festivais de documentários do mundo. O projeto teve financiamento do programa Histórias que Ficam, da Fundação CSN, que premia jovens documentaristas com propostas de linguagem inovadora. É um lançamento do Sessão Vitrine Petrobras.


Exibir mais

Celso Faria

Idealizador e responsável pelo e-Urbanidade. Escritor e agitador cultural. Durante o dia trabalha com muitas planilhas financeiras para depois acompanhar o que acontece no universo cultural e de entretenimento de Sampa e de outras cidades.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *