Crônicas

Crônica: Este é o meu Carnaval – Blog e-Urbanidade

Peguei o metrô num sábado, ainda antes do Carnaval, enquanto mil blocos estouram por São Paulo. Os transeuntes carregavam caixas de cerveja e sacos contendo água de côco congelada e bebidas baratas. Vi, ali mesmo, se equilibrarem no vagão ao juntarem em copões os líquidos das. Falavam sem parar, gritavam felicidade e riam alto (muito alto!).  Alguns mocinhos faziam barra se pendurando no trem, muitos fantasiados de unicórnio e alguns já caídos pelo chão. É Carnaval!

Dois em cada dois amigos que ainda me convidam para algo, me chamam para algum desses blocos (ou bloquinhos, como chamam carinhosamente). Em seguida: fotos, vídeos cantando marchinhas, lives e o que mais conseguirem fazer antes de caírem bêbados. Outros me marcam convidando para os que ainda vão ocorrer.  Na timeline estão todos lá eufóricos. Há uma trégua na condenação do Lula, no auxílio-moradia do Moro, nas defesas a Bolsonaro e nos textões de Karnal.  É Carnaval!

Minha missão nesses dias é criticada fervorosamente por esses dois amigos assíduos nos bloquinhos: quero assistir os filmes do Oscar. Nada vanguardista! Concordo.  Estou vendido ao consumismo. Mas, sigo em frente. Até um “quero te ver feliz” foi expressado na tentativa de me ver lá. Resisti dizendo que para me ver alegre basta me trancar no escuro do cinema. Até porque felicidade é algo subjetivo, mas não fui tão longe assim na discussão. É Carnaval.

Carnaval é isso ai, né? Metrôs cheios e atrasados, gente caída no chão, purpurina no corpo, bebida barata, mais bebida barata, bloquinhos, coma alcoólica e… cinema. Este é o meu Carnaval!

Bom Carnaval!

Exibir mais

Celso Faria

Idealizador e responsável pelo e-Urbanidade. Escritor e agitador cultural. Durante o dia trabalha com muitas planilhas financeiras para depois acompanhar o que acontece no universo cultural e de entretenimento de Sampa e de outras cidades.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *